Dupla se passa por policiais e mata dois dentro de hospital

hospital_regional_itabaiana_sergipe_g.jpgA Polícia Civil de Sergipe já iniciou as investigações sobre o duplo homicídio ocorrido na madrugada de hoje, 4, dentro do hospital regional de Itabaiana. Foram mortos Gladeston Wanderson de Jesus Santos, 20 anos, conhecido como “Turu”, e Franklin Teixeira de Jesus, 21, que estava como acompanhante de Gladeston. Segundo informações preliminares, Turu é morador da cidade e tem passagens pelo sistema prisional.



Ele foi internado na quinta-feira, 29, após ter sido alvejado por vários tiros. De acordo com o diretor do hospital, o médico Darcy Tavares, por volta das 2h, dois homens se apresentaram como policiais civis, mostraram distintivos oficiais, perguntaram pelo paciente e foram autorizados na recepção a entrar. Turu e Franklin morreram na hora.

O secretário da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, acompanhado do delegado-geral em exercício, Jonathas Evangelista e do comandante-geral da Polícia Militar, Marcony Cabral estão no município serrano para acompanhar a apuração do crime.

Segundo o secretário João Eloy, todas as providências estão sendo tomadas para que a polícia consiga rapidamente identificar e prender os autores, dando a resposta que a sociedade espera.

De acordo com Jonathas Evangelista, desde os primeiros instantes do crime, policiais militares lotados no 3º Batalhão seguiram até o local, dando início aos primeiros procedimentos. Em seguida, policiais civis lotados na Delegacia Regional de Itabaiana iniciaram as investigações com coletas de informações no próprio hospital.