Artista usa garrafas pet para dar vida ao Peixe de Oya

O Peixe de Oya surgiu de um sonho do artista plástico, Nonato Brito, baiano e que adotou a Atalaia Nova há 27 anos, local onde foi esculpida a obra. Mais de sete mil garrafas pet foram utilizadas para compor a peça, num trabalho que contou com a ajuda de moradores da ilha de Santa Luzia e levou oito meses para ficar pronta. A arte está na praça da Igreja Bom Jesus dos Navegantes, na entrada da Atalaia Nova, desde agosto de 2016.