Vazão de Xingó vai reduzir ainda mais

A Agência Nacional de Águas (ANA) autorizou nesta terça-feira, 18, a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) a reduzir ainda mais a vazão de Xingó, desta vez para 550m³/s de água por dia. É o menor patamar já adotado no reservatório. Para operar nessa vazão será preciso ainda da autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

A medida busca preservar os estoques de água dos reservatórios da bacia do rio São Francisco.

Localizada entre Alagoas e Sergipe, numa região extremamente seca, a hidrelétrica de Xingó entrou em operação em 1994 como fonte geradora de energia elétrica e para levar água aos canais de irrigação para o município de Canindé e região.

 
A redução da vazão é o resultado da situação do rio São Francisco que vem secando nos últimos anos.