Termina nesta segunda prazo para saque das contas inativas do FGTS

Hoje é o último dia para sacar o dinheiro das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O dinheiro que não for retirado volta para a conta vinculada do empregado que só irá puder usá-lo para a compra da casa própria, na aposentadoria, em caso de demissão sem justa causa, quando a conta permanecer sem depósitos por três anos ou no caso de algumas doenças. Esses  casos são estabelecidos pela Caixa e legislação do FGTS.

Mas, atenção! O governo federal publicou decreto prorrogando o prazo do saque até o fim de 2018 apenas para quem comprovar que estava impossibilitado de sacar no período estabelecido pelo governo. Esses casos específicos abrangem exclusivamente pessoas que cumprem pena em presídios e aqueles com doenças graves. Outras exceções, como gestação e parto, também estão previstas no decreto.

“A Caixa ressalta que o prazo de saque das contas inativas do FGTS não sofreu alteração. O prazo encerra na segunda-feira (31/07) para todos os trabalhadores, exceto os casos de trabalhadores que serão contemplados pelo decreto”, informou o banco, em nota.

caixa saque FOTO G1Quem pode sacar – Nesta última etapa, o saque está liberado para todos os trabalhadores que têm direito ao benefício, não importa a data de nascimento. Pode fazer o saque quem teve contrato de trabalho encerrado sem justa causa até 31 de dezembro de 2015.

Quem tem conta corrente na Caixa poderá autorizar o recebimento do crédito em conta, por meio do site das contas inativas. O saque também pode ser feito em caixas eletrônicos, em agências lotéricas e correspondentes Caixa Aqui ou diretamente nas agências bancárias.

Documentos para sacar – Os documentos necessários são o número de inscrição do PIS (Programa de Integração Social) e o documento de identificação do trabalhador. É recomendado levar também o comprovante da extinção do vínculo (carteira de trabalho ou termo de rescisão do contrato de trabalho).